“Via Crucis” do latim “Caminho da Cruz”. É um ato de piedade, um caminho de oração que busca meditação sobre a paixão e morte de Jesus Cristo em seu caminho para o Calvário. O caminho é representado por uma série de imagens da paixão, chamadas estações, correspondendo a incidentes específicos que, segundo a tradição cristã, Jesus sofreu para a salvação da humanidade com base em contas e tradição do Evangelho. Também se chama
Via Crúcis à via de travessia que indica um caminho ou uma rota onde este piedoso exercício pode ser feito.

Via Sacra 1ª ESTAÇÃO: Jesus é condenado à morte

Começamos as estações da Via Crucis. Quando a alma não presta atenção à lisonja, ainda presta menos atenção às críticas. A crítica fortalece a alma, que adquire um amor especial e terno, crescendo em direção aos seus perseguidores. Santa Teresa de Ávila

 

Senhor, minha alma está diante de você. Você me conhece profundamente, você sabe tudo sobre mim, você lê nas profundezas da minha intimidade. Você pega cada lágrima e responde aos meus sorrisos. Na minha vida não há espaço ou tempo que Você não visite com seu amor e sua amizade. Eu te agradeço por tudo isso, meu Deus. Meu caminho nesta vida já está marcado, é verdade: quero estar com você em cada passo, na alegria e na fadiga, na paz e na incompreensão, na companhia e na solidão. Sua presença, oh Jesus, fortalece minha alma, mesmo em fraqueza.

 

 


 

 

Via Sacra 2ª ESTAÇÃO: Jesus carrega a cruz às costas

 

Jesus esbanja suas cruzes como o sinal mais seguro de sua ternura, porque ele quer fazer você semelhante a Ele. Por que ter medo de não ser capaz de carregar a cruz sem falhar? Santa Teresinha do Menino Jesus

 

Senhor, muitas vezes na minha vida tenho experimentado sua ternura. Especialmente em tempos de dor, quando eu encontrei nenhuma palavra para expressar, quando eu achava impossível rezar, quando apenas estava presente a noite … Você estava ao meu lado, em silêncio, talvez com um toque quase imperceptível. Muitas vezes eu vi você assim, Jesus, e pude olhá-lo nos olhos. Quando depois de voltar luz quando as lágrimas haviam secado, senti um pouco como você, um filho pequeno e seu irmão.

 

 


 

 

Via Sacra 3ª ESTAÇÃO: Jesus cai pela primeira vez

 

A “scientia crucis” só pode ser adquirida depois de sentir a cruz radicalmente. A totalidade dos erros humanos pode ser eliminada pela expiação da cruz. Santa Teresa Benedita da Cruz – Edith Stein

 

Senhor, sei que não te conheço como deveria ou como gostaria. Eu sei que tenho um longo caminho para seguir você, seguindo seus passos na sombra da cruz.

A única coisa que posso me gabar são minhas fraquezas e meus erros. Humanamente falando, oh Jesus, eu sou exatamente pequeno, mas tendo você em meu coração e em minha vida, eu me sinto rico e feliz. Eu não quero me esconder de você; Eu abro minhas mãos, abro meu coração para que você possa entrar na minha pobreza com a verdadeira riqueza, que é a sua cruz. Sim, meu Salvador: este é o sinal do amor.

 

 


 

 

Via Sacra 4ª ESTAÇÃO: Jesus encontra a Sua Mãe, Nossa Senhora Virgem Maria

 

O Evangelho não coloca nenhuma palavra na boca de sua mãe que está ao pé da cruz. Nem você, meu Jesus, pronuncia uma única palavra. Seu silêncio é a palavra mais eloquente. Bto. Tito Brandsma

 

Senhor, eu também quero permanecer em silêncio neste momento, para capturar a troca de amor infinito que une você e sua mãe. Eu levanto meus olhos, oh Jesus, e eu vejo você, eu continuo olhando para o seu rosto, os olhos do seu Filho, que refletem a figura da sua mãe. Você não fala, mas oferece Presença: você se doa e dá à sua mãe.

Eu a recebo como minha Senhora, como minha mais doce mãe.

 

 


 

 

Via Sacra 5ª ESTAÇÃO:  Simão de Cirene ajuda Jesus

 

Cada um tem a cruz que ele tem que carregar, embora cada cruz seja diferente dos outros. Se alguém deseja conquistar a liberdade de espírito e não se sentir continuamente incomodado, deve começar não tendo medo da cruz. Então você verá como o Senhor o ajuda a carregá-lo. São João da Cruz

 

Senhor, estou com medo. Eu gostaria de fugir antes de qualquer dor e julgamento. Acima de tudo, isso me assusta e bloqueia minha solidão. Toda vez que a sombra da cruz aparece na minha vida, é difícil continuar esperando. Eu me sinto cansado, oh Jesus.

No entanto, quero tentar mais uma vez, quero me aproximar do seu coração. Eu estendo minha mão e levo a sua; Eu te ofereço a pouca força que tenho, o nada que sou. Só com você também posso carregar a cruz.

 

 


 

 

Via Sacra 6ª ESTAÇÃO: Verónica limpa a face de Jesus

 

Jesus não está sozinho no caminho da cruz. Hoje, como então, há também não apenas os adversários, mas também as pessoas que os ajudam. Representando aqueles que o amam e querem ajudá-lo é Veronica. Santa Teresa Benedita da Cruz – Edith Stein

 

Senhor, tenho um desejo em meu coração: ser seu amigo, andar com você, compartilhar a vida com você. Eu sei que você está sofrendo enquanto caminha pelo caminho da dor. Eu vejo muitas pessoas por perto. Eu também estou lá, estou procurando por você, eu me aproximo de tudo que posso. Quero te amar; Eu não me importo com mais nada. Ao lado de Verônica, eu olho para o seu rosto, pois você é minha luz.

 

 


 

 

Via Sacra 7º ESTAÇÃO: Jesus cai pela segunda vez

Quando você anda na noite escura e no vazio da pobreza espiritual, você pensa que lhe falta tudo e todos – até mesmo Deus -. No entanto, você não tem falta de nada. São João da Cruz

 

Você está sentindo minha falta, Senhor! Como você pode me dizer que você está perto de mim, que você compartilha tudo comigo? Eu sinto a solidão, a dor, a angústia. Você também caiu sob o peso do sofrimento infinito. Como posso te encontrar de novo, pastor meu? Eu perdi ovelhas, preciso de você. Levante-se, reapareça, oh bom pastor! Então vou segui-lo por todos os dias da minha vida.

 

 


 

 

Via Sacra 8ª ESTAÇÃO: Jesus encontra as mulheres de Jerusalém

 

Oh, Jesus, deixa-me chorar por mim mesmo, porque sou apenas uma árvore seca, que só serve para ser lançada no fogo. Mas você dá nova vida à árvore seca enxertando-a na árvore da cruz. Bto. Tito Brandsma

 

Você, Senhor, é o meu fogo. Como uma árvore pobre e sem vida, eu só quero me jogar em seus braços. Recite-me, eu te imploro. Não importa que isso signifique que eu tenha que abraçar a cruz da sua dor. Só com você eu posso ser feliz novamente. Nossas lágrimas se juntarão em uma canção de alegria.

 

 


 

 

Via Sacra 9ª ESTAÇÃO: Jesus cai pela terceira vez

 

Mesmo que você caia cem vezes, levante-se toda vez com mais agilidade, demonstrando assim seu amor por Ele. Santa Teresinha do Menino Jesus

 

Senhor, tenho vergonha de mim mesmo; Eu caio e caio de novo, eu me perco, eu vou embora, eu me tranco. Quando estou assim, no chão e sem forças, entendo que a única coisa a ser feita, o único passo a dar, é voltar a mim mesmo, como o filho pródigo da parábola, e ali, nas profundezas da minha alma. , redescubra seu amor por mim. Eu serei capaz de me ressuscitar, empurrado apenas por uma infinita confiança em sua ternura como Amigo, oh meu Salvador.

 

 


 

 

Via Sacra 10ª ESTAÇÃO: Jesus é despojado de Suas vestes

 

A alma despida de si e vestida com Jesus Cristo não tem nada a temer do mundo exterior. Portanto, renuncio a mim mesmo todos os dias para que Cristo cresça em mim. Bta. Isabel da Trindade

 

Senhor, muitas vezes me senti privado daquilo que considero valioso, indispensável para viver. Muitas experiências no mundo me ajudaram a entender que, no final, nada permanece, mas apenas sua presença, seu amor fiel. Então pensei em abandonar muitas coisas inúteis, incluindo muitas empresas que não me levaram até você. Pouco a pouco eu tirei e vesti o vestido mais lindo que você é, ó Jesus.

 

 

 


 

 

Via Sacra 11ª ESTAÇÃO: Jesus é pregado na cruz

 

Decidi permanecer em espírito ao pé da cruz para receber ali o orvalho divino, o sangue que caiu no chão, sem que ninguém se apressasse em pegá-lo. Então eu entendi que eu tinha que focar nas almas. Santa Teresinha do Menino Jesus

 

Senhor, eu vim pela tua graça até aqui, ao pé da tua cruz. Vejo você pregado na madeira, pregado sobretudo à dor, ao amor, à vontade de nos salvar. Cada gota de seu sangue que cai é uma promessa de nova vida para cada um de nós, seus filhos, espalhados pelo mundo, ao longo da pobre história do homem. Como irmão e seu amigo, oh Jesus, eu quero aprender todos os dias para recolher as preciosas gotas de sua palavra para nós, no seu amor infinito por nós, e eu entregar depois de algumas encontrar o meu caminho, sem salvá-lo para mim.

 

 


 

 

Via Sacra 12ª ESTAÇÃO: Jesus morre na cruz

 

A morte não pode ser amarga para a alma que ama, pois nela encontra toda a doçura e prazer do amor. A alma desfruta da morte como se estivesse pensando em seu namoro ou casamento, e por isso anseia pelo dia e hora de sua morte. São João da Cruz

 

Senhor, sua morte é uma ótima escola para mim; nela posso aprender a amar, a viver verdadeiramente; Eu posso encontrar sentido na minha vida. Antes de você, Crucificado, eu descubro que o amor e a dor são um e o mesmo, e é por isso que a morte foi anulada e nunca será capaz de triunfar. Ao seu lado, a morte, toda pequena morte, torna-se uma doce experiência de vida, porque agora sei que, na dor, posso encontrar o amor. Obrigado Senhor Jesus

 

 


 

 

Via Sacra 13ª ESTAÇÃO: Jesus é descido da cruz

 

Seguindo seus caminhos você não será capaz de chegar onde quiser, nem mesmo através da mais alta contemplação, mas somente através de uma grande humildade e uma total disponibilidade do coração. Santa Teresinha do Menino Jesus

 

Senhor, eu sei que não tenho nada grande, aparente e importante para lhe oferecer. Eu não tenho nada, só meu coração. Após esta longa jornada seguindo seus passos no julgamento e a dor da cruz, eu só desejo dar a você meu coração, meu amor, minha vida. Eu me abandono ao seu abraço sabendo que você me aceita como sou.

 

 


 

 

Via Sacra 14ª ESTAÇÃO: Jesus é sepultado

 

A alma deve ser esvaziada de tudo que não é Deus, a fim de poder ir a Deus … Por amor a Cristo, ele deve desejar entrar em completa nudez e pobreza em relação a tudo. São João da Cruz

 

Senhor, o último passo é uma descida profunda, é entrar na escuridão da sepultura. Quando cheguei ao topo, esperava ver uma luz mais clara, para receber os raios benéficos do sol. No entanto, ainda não é hora. Decido ficar quieto contigo, descer também à escuridão da solidão do túmulo, da escuridão. Não tenho medo, porque acredito que seu amor é mais forte; Eu sei que você ressuscitará e também me fará viver.

Conteúdo original feito pela freiras carmelitas de Ravenna, Itália,
Equipe de Vocação do PCM e Padre Manuel Bonilla, O.Carm.